CE: 2 mil km de malha estadual

Pavimentação e recuperação de estradas cearenses recebem US$ 504 milhões do BID e do Estado; falta de água preocupa

Cerca de 20% dos 11 mil km da malha rodoviária do Estado do Ceará passam por um extenso processo de transformação, por meio do Programa Viário de Integração e Logística (Ceará IV). Com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do governo cearense, o objetivo do programa é ampliar e melhorar a malha rodoviária estadual, para facilitar a integração regional e a logística econômico-produtiva do Estado.

 

Lançado no final de 2013, e com início da execução das obras em maio do ano passado, o Programa Ceará IV prevê investimento total de US$ 504,1 milhões em 1.991 km de rodovias. Desse montante, US$ 400 milhões financiados pelo BID (cerca de 80%) e US$ 104,1 milhões de responsabilidade do Governo do Estado do Ceará.
 

Quirino: Primeira etapa se encerra até o fim do ano

 

Desde o início do ano passado, 28 rodovias estão sendo recuperadas ou pavimentadas, correspondentes a 988,38 km, entre obras de pavimentação (371,78 km) e de restauração (616,6 km), que fazem parte da Etapa A do programa. O investimento nas obras em andamento corresponde a U$ 307,6 milhões.
 
De acordo com o coordenador de obras do Departamento Estadual de Rodovias (DER-CE), Quirino Ponte, a previsão é de essa primeira etapa estar concluída até o final deste ano. “Estão concluídos 84,2 km de obras referentes às restaurações dos entroncamentos da CE-183 com a BR-222 e com a CE-366, em Varjota; e o entroncamento da CE-138 com a CE-269 para Potiretama-Iracema”, afirma.
 
As obras em andamento representam cerca de 60% dos 1.991 km previstos no Projeto Ceará IV, e estão sendo executadas por 15 empreiteiras de várias regiões do País, ressalta Quirino. Do volume total de obras, 1.390 km se referem à recuperação da malha rodoviária e outros 601 km, à pavimentação e implantação de rodovias. “Quando se vai pavimentar uma rodovia, temos de, praticamente, refazer todo o leito e melhorar o traçado”, afirma o coordenador.
 
Quirino explica: “Realizamos a reciclagem de todo o pavimento existente, com a adição de brita para formar uma nova base; só então adicionamos uma nova camada de asfalto”, ressalta. Ele acrescenta que são utilizados em torno de 128 kg de brita por m² no processo que envolve restauração de rodovias.
 
Cerca de 4,2 mil trabalhadores tocam as obras do Ceará IV, informa Quirino. Segundo ele, as empreiteiras que executam as obras (ver tabela) foram selecionadas mediante licitação de abrangência internacional, entre elas a portuguesa Monteadriano Construção. De acordo com o coordenador, as obras referentes ao Ceará IV foram divididas em 11 distritos, para facilitar a supervisão do andamento. “Cinco empresas de engenharia dividem a tarefa de gerenciamento dessas obras”, diz, entre as quais a Ductor Implantação de Projetos, Magna Engenharia e Maia Melo Engenharia.
 
Falta d’água
Quirino lembra que o Programa Ceará IV consiste de duas etapas. “O cronograma da Etapa A do programa está de acordo com o previsto e deve estar concluído até o final deste ano.” Segundo o coordenador, só a falta de água pode impactar a entrega das obras. “A falta de água pode atrasar ou até paralisar as obras”, adverte. “Esse é o único desafio que temos de enfrentar para a execução do Projeto Ceará IV”.
 
De acordo com o coordenador do Programa Ceará IV, o BID já deu sinal verde para financiamento da Etapa B do projeto de revitalização da malha rodoviária cearense. “O valor orçado para essa segunda fase do programa é de US$ 254,4 milhões, sendo 80% de recursos oriundos do BID e os outros 20% como contrapartida do governo do Estado”, antecipa Quirino.
 
No entanto, ele reconhece que essa etapa, que deve começar a ser executada no segundo semestre, também poderá ser comprometida se a disponibilidade de água se acirrar. “No caso de escassez, a prioridade de abastecimento de água é para o consumo humano e para manter os animais”, enfatiza. Segundo ele, nesse caso, as obras ficariam para depois.
 

Obra concluída dos entroncamentos da CE-183 com BR-222 e CE-366
 

Construtoras que atuam no Programa Ceará IV

 

- CM Construtora e Pavimentadora

- Construtora Batista Cavalcanti

- Construtora Britania

- Construtora Getel

- Construtora Rodovalho de Alencar

- Construtora Samaria 

- Construtora Silveria Salles

- Cosampa Engenharia

- Edconsil

- Engexata Engenharia

- FBS Engenharia 

- Lomcon Locação e Construção

- Maciel Construção e Terraplanagem

- Monteadriano Construção
- Terracer Engenharia
 
 

 
ROGRAMA VIÁRIO DE INTEGRAÇÃO E LOGÍSTICA - CEARÁ IV - ETAPA A

Pavimentação/Implantação

Rodovias

Trechos

Ext. (km)

Situação

CE-187

Salitre - Divisa CE/PE

14,00

Em Obras 1º Grupo

CE-232

Entr. CE-362 (Massapê) - Entr. CE-364 (Moraújo)

41,70

Em Obras 1º Grupo

CE-253

Groaíras - Cariré

16,10

Em Obras 1º Grupo

CE-371

Palhano - Entr. CE-123 (Itaiçaba)

18,40

Em Obras 1º Grupo

CE-288

Aurora - Entr. CE-385 (Rod. Pe. Cícero)

19,49

Em Obras 2º Grupo

CE-368

Jaguaretama - Jaguaribe

41,45

Em Obras 2º Grupo

CE-371

Dep. Irapuan Pinheiro - Entr. CE-060 (Acopiara)

35,20

Em Obras 2º Grupo

CE-166

Piquet Carneiro - Senador Pompeu

28,69

Em Obras 2º Grupo

CE-458

Entr. BR-116 - Entr. CE-377 (Quixeré)

15,00

Em Obras 2º Grupo

CE-123/265

Entr. CE-377 (Santa Cruz) - Entr. CE-265 (Poço Novo) - Cabeça Preta

27,00

Em Obras 2º Grupo

CE-240

Miraíma - Itapipoca

43,98

Em Obras 2º Grupo

CE-266

Entr. CE-153 (Banabuiú) - Entr. CE-371 (Roldão)

51,77

Em Obras 2º Grupo

CE-189

Ipaporanga - Ararendá

19,00

Em Obras 2º Grupo

Total de Pavimentação/Implantação

371,78

 

Restauração

Rodovias

Trechos

     Ext. (km)

Situação

CE-060

Mombaça - Acopiara (Mudança Categoria)

46,00

Em Obras 1º Grupo

CE 060

Juazeiro do Norte - Caririaçu

27,20

Em Obras 1º Grupo

CE-371/277

Acopiara - Catarina

56,00

Em Obras 1º Grupo

CE-183

Entr. BR-222 - Entr. CE-366 (Varjota)

53,20

Concluída 1º Grupo

CE-085

Entr. CE-163(A) (Parra) - Entr. CE-168 (Barrento)

34,00

Em Obras 2º Grupo

CE-138

Entr. BR-116 - Entr. CE-269 p/ Potiretama

26,00

Em Obras 2º Grupo

CE-138

Entr. CE-269 p/Potiretama - Iracema

31,00

Concluída 2º Grupo

CE-187

Viçosa do Ceará - Tianguá (Mudança Categoria)

35,00

Em Obras 2º Grupo

CE-187

São Benedito - Ipu  (Mudança Categoria)

55,00

Em Obras 2º Grupo

CE-321

Entr. BR-222 - Mucambo - Graça

47,00

Em Obras 2º Grupo

CE-362

Massapê - Senador Sá - Uruóca

36,10

Em Obras 2º Grupo

CE-362

Uruoca - Martinópole - Entr. CE-085 p/ Parazinho

40,10

Em Obras 2º Grupo

CE-362

Entr. BR-222 - Entr. CE-176 (Olho D’agua Pajé) (Mudança Categoria)

33,00

Em Obras 2º Grupo

CE-292

Nova Olinda - Potengi (Mudança Categoria)

43,00

Em Obras 2º Grupo

CE-292

Potengi - Campos Sales (Mudança Categoria)

54,00

Em Obras 2º Grupo

Total de Restauração

616,60

 

Total Geral

988,38

 

 

Anunciantes